O IBOVESPA ESTÁ SEM TENDÊNCIA HÁ MAIS DE UM ANO

28 março. 2011

Comenta-se que o mercado bursatil está sem tendência nas últimas semanas. Na verdade, uma análise um pouco mais apurada e tendo como parâmetro um período mais longo, evidencia que a Bovespa está rigorosamente “andando de lado” há algum tempo. Um levantamento, efetuado por analistas, mostra que desde outubro de 2009, o Índice Bovespa oscila entre os 60 mil e os 71 mil pontos. Apesar de ser um intervalo grande, de 11 mil pontos entre o piso e o teto, ele é pequeno considerando o prazo de quase um ano e meio (15% em 18 meses). Ainda segundo esse levantamento, desde pelo menos o ano 2000 não se vê uma estabilidade dessas se estendendo por um período tão longo. Esse cenário é resultado de uma seqüência de problemas e de indefinições que marcaram esses meses, no âmbito econômico. Desde o inicio de 2010, foram surgindo os contratempos internacionais que começaram com Grécia e se estenderam por Portugal, Espanha e Irlanda.

Já no final do ano passado, após as eleições presidenciais, começaram a surgir os primeiros temores com relação aos efeitos que o crescimento econômico poderia ter sobre a inflação no Brasil. Neste ano, quando a situação externa parecia mais calma, irromperam os conflitos no Oriente Médio e no norte da África e, mais recentemente, ocorreu toda a tragédia no Japão. “Essa série de indefinições externas e internas é que vem fazendo o mercado acionário não encontrar direção alguma”, comenta um analista.

Para a bolsa definir uma tendência, seja para cima ou para baixo, pelo menos uma parte do cenário precisa se definir.  Ao que parece situação interna pode estar próxima de ter um desfecho, e felizmente para o bem, o que deve fazer com que a bolsa tenha chances de ganhar fôlego. A opinião consensual da maioria dos analistas é que o aperto monetário já realizado e as medidas “macroprudenciais,” já adotadas, serão suficientes para arrefecer a alta da inflação. O Boletim Focus (documento que mostra a expectativa das instituições financeiras com relação aos indicadores da economia) já aponta alguma estabilidade nas projeções de inflação para 2012, o que é um bom sinal. Além disso, os juros no mercado futuro pararam de subir nas últimas semanas, outra indicação de que, possivelmente, não seja necessária uma nova rodada de aperto monetário com o objetivo de conter a alta dos índices de preços. Os últimos sinais macroeconômicos são positivos e podem levar o Ibovespa, a romper positivamente esse intervalo e passar a operar num patamar mais elevado.

Interessante notar que essa falta de tendência do mercado é ainda mais inusitada quando se considera a excelente safra de resultados das companhias brasileiras. Em 2010, com quase todos os balanços já publicados, os lucros cresceram em média 25% e este ano a expectativa é de uma alta em torno de 20%.

Essa falta de direção do mercado constitui o pior cenário possível para se ganhar dinheiro na bolsa. A saída tem sido fazer operações de curto prazo com o objetivo de se beneficiar das oscilações que ocorrem durante o pregão. Está muito difícil ganhar com estratégias de longo prazo, independentemente dos fundamentos das companhias ou dos setores a que ela perteçam.

Anúncios

2 Respostas to “O IBOVESPA ESTÁ SEM TENDÊNCIA HÁ MAIS DE UM ANO”

  1. Thiago Oliveira Says:

    Parabens pelo post, muito interessante. Esperamos que em breve o mercado possa definir alguma direção para que atraia mais investimentos.


  2. CARO THIAGO. OBRIGADO POR SEUS COMENTÁRIOS. NÃO SEI SE SOU MUITO OTIMISTA, MAS ESTOU CONVICTO DE QUE ISSO IRÁ OCORRER.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: